A Construção da Informação: Os Fatos e a Verdade

Por Mariana A. Costa

Pra que se possa construir a informação, é fundamental que haja uma seleção e um ponto de vista.

Na seleção, o critério de escolha vai sempre atender a um objetivo, a algum interesse. Já o ponto de vista, é tão importante quanto a escolha dos fatos. É se colocar num dos lados e relatar os fatos a partir desse lado. É importante salientar que todo fato é narrado de acordo com um ponto de vista, o que implica na tentativa de quem narra de convencer o ouvinte (ou leitor, ou telespectador), ou seja, seduzi-lo para que possa perceber o fato conforme quem relata.

Para noticiar um fato selecionado, começamos por uma manchete. Ela funciona como um título que resume o fato predispondo o leitor, ouvinte, telespectador, já indicando o ponto de vista de quem fará o relato.

O objetivo de todo ato de fala é o convencimento, a persuasão. O nível dessa persuasão é variável, pois usamos maior ou menor empenho dependendo do objetivo.

Assim, é construída a informação e são construídas as notícias que estão todos os dias nos rádios, nas televisões, e nos jornais.

É preciso ter dinheiro para adquirir a tecnologia necessária para ter condições para divulgar os fatos em todos os países. Existem empresas poderosas que conseguem ter repórteres, equipamentos, etc., para fazerem esses relatos chegarem até nós. As agências de notícias divulgam acontecimentos internacionais e vendem para as empresas de rádio, jornal e televisão.

A comunicação tem um papel importante na construção do nosso ponto de vista sobre as coisas. Todos os dias ela constrói, desconstrói e reconstrói o mundo para nós. No entanto, podemos observar que não podemos absolutizar o papel dos meios de comunicação considerando os únicos responsáveis pela dinâmica da sociedade.

O mundo das notícias que chegam até nós é um mundo selecionado, montado de acordo com certos interesses (da classe dominante). Assim, não é possível falar em neutralidade da informação.

Por fim, para se buscar a verdade é importante que se procure conhecer os vários pontos de vistas e os interesses a que eles atendem.  

 

Referência Bibliográfica:

BACCEGA, Maria Aparecida. Construção da Informação: os fatos e a verdade. In: KUSPTAS, M. Comunicação em Debate. São Paulo: Ed. Moderna, 1997.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: